A FLOR DA HONESTIDADE

2435230412_93565e7c40Um príncipe queria se casar. Como se tratava de escolher a futura princesa, era necessário que ele elegesse uma jovem na qual pudesse confiar cegamente.
Aconselhado por um sábio, ele resolveu convocar todas as jovens da região para encontrar a que fosse mais digna.

Vieram ao palácio as mais bela e ricas moças. Dentre elas havia uma muito simples e humilde: era a filha de uma das servas do palácio e fazia muito tempo que nutria pelo príncipe um amor secreto.
Cercado por sua corte, o príncipe anunciou o desafio:
– “Darei a cada uma de vocês uma semente. Aquela que em seis meses me trouxer a flor mais linda será a futura princesa.”.
A moça humilde pegou sua semente, plantou-a num vaso e, como não tinha muita habilidade na arte da jardinagem, cuidava da terra com toda a paciência e ternura, pois pensava que, se a beleza das flores surgisse na mesma extesão de seu amor, ela não precisaria se preocupar com o resultado.
Passaram-se os seis meses…
Só que nada brotou, mesmo tendo a jovem tentado de tudo. E, embora soubesse que nada tinha para mostrar, estava consciente de seu esforço e dedicação e iria comparecer à presença do príncipe, nem que fosse para vê-lo pela última vez.
Chegou o dia da nova audiência. A moça compareceu com seu vaso sem planta e viu que todas as outras pretendentes tinham conseguido ótimos resultados: casa uma trazia uma flor mais bela que a outra, das mais variadas cores.
Finalmente veio o momento esperado: o príncipe entrou e observou cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção.
Após passar por todas, ele anunciou o resultado, indicando a filha da sua serva como sua futura esposa.
Todos os presentes começaram a reclamar, dizendo que ele havia escolhido justamente aquela que não havia conseguido nenhum resultado.
Foi então, que calmamente, o príncipe esclareceu a razão de seu desafio: “Ela foi a única a cultivar a flor que a fez digna de se tornar a princesa: a flor da honestidade.
Todas as sementes que o príncipe entregou eram estéreis e delas nada poderia nascer de jeito nenhum.

Conclusão por Edson Filho

Muitas vezes quando estamos em uma situação onde vamos demonstrar algo do que realmente somos, tentamos mascarar e fazer com que seja diferente, mas devemos entender que não importa a circunstancia não importa o que tenhamos que fazer devemos sempre ser verdadeiros, a Biblia deixa bem claro que o caminho certo é a verdade

Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. 2 Corintios 13:8

e devemos lembrar que o pai da mentira é o diabo

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.João 8:44

que você seja uma pessoa honesta e Deus te abençoara.

Deixe seu Comentario.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.




 
%d blogueiros gostam disto: